Saudações aventureiros!

Esse artigo é voltado especialmente para o grupo Libertadores de Phandelver, uma das mesas presenciais do Cavaleiros Insones. Mas deixo aqui para a apreciação de todos, pois além de trazer um pouco de material dos livros lançados para o sistema Dungeons and Dragons, pode servir de inspiração para quem quiser utilizar em sua própria aventura. Os fatos narrados aqui foram inspirados (e alterados) dos livros Neverwinter Campaign Setting e Sword Coast Adventure’s Guide.

UM PEQUENO RESUMO – O QUE ACONTECE NA COSTA DA ESPADA

1374 CV. A Costa da Espada está em relativa paz. A corrida armamentista de Dagult Neverember não teve tanto apoio da sua facção, a Aliança dos Lordes, e seus dias de Lorde Aberto de Waterdeep está acabando. Em breve, ele voltará par sua cidade, Neverwinter, e deixará um novo Lorde em seu lugar. Outro Lorde Oculto será revelado, para o bem ou para o mal. Mas todos esperam para o Bem.

Saindo da metrópole e indo em direção ao norte, uma influente humana reúne um exército de seguidores fiéis, esperando uma cura ou redenção. Rohini fez das ruínas do Helm’s Hold um sanatório, onde pessoas de qualquer raça terão cuidados amistosos, e tratamento para uma misteriosa praga que assola a região. Uma doença originária das criaturas tocadas pela Spellplague. Transforma a carne e a mente dos humanóides da região em deformidades. Cura mágica retarda os efeitos, mas não cura o doente por completo. Pelo menos, não os métodos conhecidos. Mas Rohini, conhecida por A Profeta, parece que conhece um jeito de curar os feridos, e com isso, atrair mais e mais seguidores, sendo idolatrada como uma divindade.

Enquanto isso, na Floresta de Neverwinter, em Gragmaw Castle, um novo líder, Rei Graunl, toma o poder entres os Bugbears. Esse gigante assassinou o antigo rei do clã Gragmaw, Grol, e agora está reunindo forças para algum plano misterioso. Toda a parte sul da Floresta está em alerta, principalmente uma pequena vila conhecida.

Phandalin agora é um centro de exportação de minérios. Os irmãos Rockseekers encontraram mais riquezas na região, explorando as Minas. Conseguiu reunir mais e mais parentes para a exploração, e claro, atraiu a ganância de indesejáveis. São poucos que sabem realmente o que os anões escondem nas minas, e parece que seu segredo está em risco com a ascensão de um grupo maligno.

Há poucos meses, os Ashmadai empreenderam um ataque a uma pequena vila perto de Neverwinter, mas falharam pois os valorosos Libertadores, aliados a um exército enviado de New Sharandar, os Iliyanbruen, conseguiram expurgar a ameaça, fazendo com que sua líder fugisse. Os Ashmadai não esqueceram essa intromissão em seus planos pelos eladrins, e empreenderam um ataque a cidade, mas encontraram-na em Ruínas. Os eladrins há tempos vivem em um bolsão dimensional, e deixaram sua cidade original para trás. Atualmente, grupos de Ashmadai ocuparam as antigas ruínas de Sharandar, e os eladrins, obrigados a não informar sua localização nem seus portais, estão reclusos e presos em sua dimensão.

Enquanto isso, em Neverwinter, um influente grupo de criminosos, chamados Dead Rats, causam dores de cabeça ao lorde-em-exercício, o Prefeito Soman Galt. Há poucas dezenas, seu braço direito foi ferido gravemente, General Sabine, e com o ocorrido desmotivou a guarda da cidade. Cartazes ofertando a cabeça do líder declarado dos Dead Rats, Rsolk, se espalham pela cidade e vilas vizinhas. Soman teve que dar status de guarda da cidade a até então os mercenários contratados anteriormente para compor o exército de Dagult, os Sellswords. A população da cidade está dividida entre opiniões que o prefeito é responsável pelo caos, e não confiar nesses mercenários forasteiros.

Aos arredores de Neverwinter, uma vila se destaca após o longo inverno desse ano: New Thundertree. Restaurada por um grupo de aventureiros que adotou como quartel-general, a vila ganhou o status de fortim, depois de receber patrocínio das aventuras do grupo, bem como dos gratos irmãos Rockseekers, e dividendo dos lucros de outra vila distante, Phandalim.

Mapa da região 01

LOCAIS DE INTERESSE

  • Neverwinter: A “Cidade das Mãos Hábeis”, a Jóia do Norte do Norte – muitos foram os elogios e adjetivos dadas a Neverwinter. Então, há quase trinta anos, a cidade morreu. Tremores menores de terra que haviam assolado a região por meses foram os precursores da erupção do Monte Hotenow. Uma porção do pico do vulcão explodiu com tal força que lava e cinzas sobreaquecida derramou por toda a cidade em uma avalanche. Metade da população de Neverwinter morreu em um piscar de olhos, os edifícios da cidade foram destruídos. Uma grande fenda agora conhecida como o
    Chasm (O Abismo) ocupa o lugar da superfície onde o deslocamento da terra separou. Estranhos zumbis percorriam a terra no rescaldo, a sua carne morta voltou das cinzas pelos incêndios que consumiu a cidade. Entretanto, as pessoas do Norte sempre foram resistentes. Após a destruição, muitos dos que haviam fugido com os primeiros tremores voltaram. Oportunistas e saqueadores também vieram juntos. As pessoas começaram a reconstruir a cidade e hoje, ela é uma metrópole em desenvolvimento. Hoje em dia, a cidade tem um prefeito sob ordens do Lorde Dagult Neverember,  o Lorde Aberto de Waterdeep,  e enquanto o Lorde comanda a plutocracia conhecida como Waterdeep, Soman Galt comanda a cidade como Lorde-Prefeito, reunindo mercenários para inlfar ainda mais seu exército, comandado pela General Sabine.
  • Thundertree: Outrora uma pequena vila de lenhadores, essas antigas ruínas também foram gravemente afetadas pela erupção do Monte Hotenow. Ao contrário de Neverwinter, os habitantes ou foram mortos e transformados em zumbis, ou nunca mais retornaram. O local foi afetado pela Spellplague, onde monstos bizarros passaram a dominar o local. E para completar, um dragão verde, Venonfang, adotou a torre da cidade como covil. Há poucos meses, um grupo de aventureiros que posteriormente auto se intitulariam “Libertadores de Phandelver”, expurgou os monstros das ruínas, e mataram o dragão. Depois de várias aventuras ao sul da Floresta de Neverwinter (Neverwinter Wood), os aventureiros optam por adotarem as ruínas como seu quartel-general, e em poucos meses, transformam o local em uma vila fortificada, atraindo a atenção dos descendentes dos antigos moradores, e novos aventureiros procurando um grupo. Atualmente, a vila está em ascensão, e esconde seus mistérios.
  • Phandalin: logo na subida das Montanhas da Espada (Sword Mountains), uma vila de mineiros outrora subjulgada por uma facção criminosa, agora cresce com o ritmo da exploração do local. A Companhia Rockseeker trouxe um novo fôlego ao comércio local, e também curiosos indesejáveis.
  • Helm’s Hold (Forte de Helm): Uma vez que um pequeno mosteiro e uma vila adjacente dedicada a divindade Helm, a catedral de Helm’s Hold agora exibe torres acima e ao redor das terras que levam seu nome. A morte de Helm fez com que  mosteiro caisse em desuso, mas a cidade fortificada tornou-se um refúgio quando a Spellplague atingiu a região durante no ano seguinte a morte de Helm. Lorde Neverember agora exila as vítimas da Spellplague para Held’s Hold para o tratamento, e seus mercenários protegem a cidade. Atualmente, a cidade tem um “líder espiritual”, Rohini, uma misteriosa mulher conhecida como a Profeta que virou uma espécie de salvadora para a horda sempre crescente de vítimas da praga. Suas intenções são misteriosas.
  • Cragmaw Castle (Castelo Cragmaw): ruínas de um castelo que o tempo perdeu o nome, construído por um talentoso mago-nobre do antigo império de Phalorn, o castelo agora recebe o nome do clã de bugbears que o controla. 
  • Port Llast (Porto Llast): outrora um influente porto comercial que servia de entreposto entre Luskan e Waterdeep, agora decadente com a ascensão de Neverwinter, os frequentes ataques de hordas orcs, e a aparição de um culto nefasto à Umberlee, deusa maligna dos mares.
  • Mount Hotenow (Monte Hotenow): por incontáveis gerações, esse monte permaneceu calmo nas profundezas da floresta, servindo para povoar histórias de ninar com sua fauna monstruosa de gigantes do fogo, dragões vermelhos e outras bestas fumegantes. Após o colapso do pico, ocasionando a destruição das áreas vizinhas, o local agora é decadente, sempre com fumaça, e erupções de tempos em tempos. Um lugar bastante perigoso para se aventurar.
  • The Crags (Os penhascos): altos penhascos povoado de criaturas como goblins, gnolls, ogres, gigantes da colina, e outras criaturas preferem esse tipo de ambiente. É lar de uma tribo Uthgardt, Pônei Voador (Sky Pony). Um local cheio de armadilhas naturais.
  • Sharandar: Há muito tempo atrás, o império élfico de Illefarn foi dividido em três reinos, um dos quais foi Iliyanbruen. Sharandar foi a capital deste reino. Quando Iliyanbruen finalmente encontrou o seu fim, muitos elfos de Sharandar migraram para Evermeet (Encontro Eterno). Contudo, uma série de outros  membros foram remanejados entre os mundos, viajando invés para um plano conhecido como Agrestia das Fadas (Feywild) onde New Sharandar prosperou durante séculos. Agora que esses elfos (eladrins) uma vez mais voltam a tocar no plano material primário, encontram dificuldades para manter uma conexão constante com o mundo. Atualmente, alguns portais estão sendo ameaçados pela horda invasora de Ashmadai, que tomou as ruínas da antiga Sharandar como ponto de controle e ameça da região. Sharandar agora só pode contar com a ajuda de recém-adquiridos aliados da região.
  • Dread Ring: uma fortaleza maligna não finalizada, foi palco de uma guerra entre tropas de Neverwinter e forças de Thay, que há algumas décadas, tentaram dominar a região. Hoje, são ruínas abandonadas, ou pelo menos pensam a maioria dos povos livres da região.
  • Xinlenal: outrora uma cidade voadora do império Netheril, essas ruínas estão abandonadas há milênios. Por causa da sua natureza mágica caótica, é evitada pela maioria dos monstros e bestas da região, e é local pouco explorado por aventureiros, por temerem armadilhas mágicas e outros aparatos deixados na cidade. Rumores indicam que novo império Netheril, que voltou das Sombras há alguns anos, planeja reativar os mithallars presentes nas ruínas, e colocar novamente a cidade nos céus.
  • Tower of Twilight (Torre do Crepúsculo): conforme as lendas, essa torre foi construída por um mago ambicioso, aprendiz de Blackstaff, um dos magos mais poderosos que vivem em Waterdeep há quase um século atrás. Hoje em dia, a torre é um mistério, dado que desaparece durante o dia, e volta durante a noite, sem acessos visíveis para entrar, e possivelmente cheio de proteções e armadilhas mágicas. Rumores informam que grupos de aventureiros sempre tentam explorar a área, mas nunca voltam.
  • Conyberry: outrora uma cidade comercial bem frequentada, no período posterior a Spellplague, a cidade foi muito afetada, principalmente quando uma porção da outra Toril, Abeir, mesclou-se a região. Vários habitantes tiveram que escolher entre fugir, ficar e morrer, ou simplesmente deixar-se contaminar pela praga. Alguns poucos sobreviventes ainda foram expurgados pelo clã Uthgardt dos Lobo Cinza, que saqueou a cidade, e hoje, transformou ela em um depósito de suprimentos. É considerada uma cidade fantasma.
  • Old Owl Well (Poço da Velha Coruja): conhecido pelos historiadores como um entreposto netherense abandonado, foi palco de disputas em séculos passados, e hoje, é um sítio abandonado, e bastante explorado por aventureiros que procuram algo do antigo império ou artefatos históricos ou mágicos.
  • Morgul’s Mound (Túmulo de Morgul): dedicado ao irmão de Uthgar, divindade e herói dos bárbaros Uthgardt, que derrotou e morreu ao enfrentar Gurt,  Lorde dos Gigantes Pálidos. É um local sagrado para vários clãs bárbaros.
  • Leilon:  Esta cidade mineira adormecida uma vez serviu como um lugar de descanso conveniente para viajantes na High Road (Alta Estrada). Agora, os poucos viajantes que ainda tomam este caminho esquivam-se de Leilon por milhas para sair de sua rota, evitando até mesmo colocar os olhos sobre a cidade. Dizem que a vila é habitada por monstros deformados e transmutados pela Spellplague, e que não guarda nada de valioso, exceto os corpos de quem se aventurou por lá.

 


 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s